36. Os deuses devem estar loucos